Home > Navegue

EVANGELHO NO LAR

Objetivo: O principal objetivo do Evangelho no Lar é o de incentivar o esforço pessoal para uma reforma íntima consciente, através da compreensão da moral cristã para a nossa própria evolução. Porém, outros ganhos são obtidos com a sua implantação: saneamento do ambiente espiritual do lar, fortalecimento perante as dificuldades, melhoria no relacionamento familiar, doutrinação e esclarecimento a espíritos desencarnados. Os benefícios transcendem o ambiente do lar. Portanto, pela luz do Evangelho, "os dramas passionais, as ocorrências infelizes, os temores e as discórdias cedem lugar à compreensão fraternal, à caridade recíproca, à paciência, ao amor". (Joanna de Angelis)

 

Quem deve participar? Grupo familiar, parentes e vizinhos. Porém se houver somente uma pessoa para realizar a tarefa, deverá executá-la sozinha. É importante que o ambiente seja de alegria, mas não de agitação. Os debates sadios são bem vindos. A participação deve ser livre: não se obriga, tampouco se impede a quem quer que seja, por qualquer motivo. As crianças também devem ser incentivadas a participar e para elas reserva-se um tempo especial para leitura de literatura apropriada, dentro tarefa, em função da idade e do amadurecimento delas. Mesmo estando sozinho, deve ser realizado o Evangelho sempre em voz audível.

 

Onde e como deve ser o ambiente? No seu lar, no cômodo onde haja melhor condição de tranquilidade e concentração. Evite realizar o tarefa no terraço, na varanda ou em outro lugar fora das paredes do lar. Se houver enfermo no lar e se ele desejar, o Evangelho pode ser realizado junto dele. Música suave, instrumental, pode ser usada, se não desviar a atenção dos participantes. Providencie um recipiente com água para ser fluidificada durante a tarefa e distribua-a ao final entre os presentes. Havendo enfermo no lar, disponibilize um recipiente com água em separado para ele.

 

Realização: Escolha um dia da semana e um horário fixo, por consenso familiar, para que todos possam participar e que o estabelecido seja respeitado sempre. A disciplina do dia e da hora é fundamental para receber o auxílio dos benfeitores espirituais durante o Evangelho. Evite mudanças de dia e horário o máximo possível; faça-as quando necessário, porém em caráter duradouro. A duração da tarefa é de 20 a 30 minutos.

 

Lembretes adicionais: Uma vez iniciado a tarefa, evite interrupções. Evite o sono e as dispersões, como atender ao telefone, à chamados da rua e etc. Se resolver atender, avise educadamente que se encontra fazendo o Evangelho no Lar e que retorna em seguida.

Se um participante chegar atrasado, convide-o a unir-se ao grupo. Se você receber visitas no horário do Evangelho, convide-as explicando do que se trata. Se por qualquer motivo, elas não quiserem participar, respeite a decisão, mas realize a tarefa, afinal são por poucos minutos.

Se estiver viajando no dia, faça-o, se possível, onde estiver. Se desejar, anote antes da sua realização, os nomes e os endereços completos das pessoas por quem deseja orar. Se for um desencarnado, anote o seu nome completo e especifique: "desencarnado".

Embora a assistência do Plano Espiritual seja indispensável para o andamento normal do Evangelho no Lar, acautelar-se para não transformar a reunião em trabalho mediúnico. Mediunidade e a Assistência Espiritual devem, sempre que possível, ser praticadas em Centros Espíritas.

 


Roteiro

  1. Inicie o Evangelho com uma prece simples.
  2. Se houver crianças no lar, comece por elas (dez minutos), usando livros infantis. Devem ser incentivadas a comentar os trechos lidos e também de fazer preces.
  3. Leia "O Evangelho Segundo o Espiritismo" em sequência.
  4. Estude pequenos trechos de cada vez, comentando-os, de acordo com o seu entendimento. Os comentários de todos devem se ater aos trechos lidos, se possível com exemplos relativos ao dia a dia.
  5. Respeite sempre a opinião alheia e evite discussões. Pontos de vista conflitantes devem ser abordados com respeito.
  6. Uma prece pode ser realizada ao final da tarefa em favor de amigos, parentes, enfermos, carentes, desencarnados, pessoas com as quais temos dificuldade de relacionamento, governantes, pelos espíritos que não mais recebem orações, etc...
  7. Encerre o Evangelho com uma prece de agradecimento.
  8. Anote em uma folha à parte o ponto do "Evangelho Segundo o Espiritismo" onde parou a leitura, para dar prosseguimento na semana seguinte.
  9. Distribua a água fluidificada a todos, guardando o restante no filtro ou na geladeira.
  10. Após o término, mantenha a vibração de paz interior, com pensamentos e conversação elevados.

 

 

Livros
Para os adultos: O Evangelho Segundo o Espiritismo".

Para as crianças, livros de moral infantil, como: "Pai Nosso" "A Tartaruguinha Verde" "A Visão de Joaquina" "O Lobo Mau Reencarnado" "O Evangelho Segundo o Espiritismo para a Infância" e outros. Para os adolescentes, os livros: "Alvorada Cristã" "Histórias que Jesus Contou" "João Vermelho" e outros.

O Evangelho no Lar não é a melhor ocasião para a utilização de livros de estudos filosóficos ou científicos, tais como "O Livro dos Espíritos", "Livro dos Médiuns" ou "A Gênese", tampouco romances, porque o ideal é trabalhar-se aspectos do evangelho, desenvolver o sentimento, consoante nossas experiências do dia-a-dia.

 

 

Baixar