Home > Navegue

OS HOMENS DO AGORA

É preciso ter a consciência desperta, conhecer as Leis que regem a vida, para poder bem administrar sua experiência renovadora e de resgate.

Só assim poderão ter as devidas condições, pois não se sentirão injustiçados e cobrados, ficando livres de torturas, angústias, medos e temores, evitando sentirem-se ameaçados por culpas esquecidas ou ignoradas.

É comum chegarem à conclusão que são vítimas de perseguições de desencarnados ou esquecidos pelo Pai Eterno.

Desequilibram-se, seu mundo de emoções se desorganiza, convivem com a dúvida, a insegurança, adoecem psiquicamente e somatizam, desorganizando sua saúde física.

A fraqueza se apodera de seu corpo físico, perdem suas energias, deprimem-se e abrem portas para o mundo espiritual denso, seres aproximam-se e os contaminam com suas baixas vibrações.

A falta de reação positiva prostra-os, detona sua vontade, a inércia assume um espaço maior e deixam de reagir, se fazem um doente físico, psíquico e espiritual.

Se não tomarem cuidado, se não buscarem ajuda, auxílio, poderão inutilizar sua experiência libertadora, por falta de fé, determinação, vontade firme e constância no trato espiritual.

São aqueles que alimentam com suas presenças constantes as casas espíritas, na esperança de um milagre que lhes favoreçam e lhes oportunizem a saúde, a paz e a felicidade, pois ignoram que só a eles são dadas condições de se fazerem saudáveis e felizes, graças ao conhecimento da Lei Divina – “a semeadura é livre e a colheita obrigatória”. Sábia Lei que traz tranqüilidade àqueles que experienciam o resgate libertador e têm consciência que o auxílio não lhes é negado pelo Pai, através de seus auxiliares do Mundo Maior, que a todos assistem na medida de seu merecimento.

Por todas estas razões os exortamos: despertem e informem-se das Leis que regem a vida no Planeta em evolução, para que um novo Mundo se estabeleça no amanhã e os homens possam se fazer felizes como vêm sonhando através de tantos séculos.

Que assim seja.

                                                                           Messias

Recebido pela Nydia em 28.04.2008.

Revisão: Clovis