Home > Navegue

OS TEMPOS ATUAIS

A vida na eternidade caracteriza-se pela continuidade até a conquista do aperfeiçoamento, para que nos façamos realmente à imagem do Criador.

Os percalços e as quedas são exercícios de aprendizado e necessitam de um bom entendimento para que sejam aproveitados. A finalidade dos mesmos é auxiliar aos homens a crescerem, conscientizarem-se do porquê estão submetidos às leis e regras que disciplinam seu ato de existir como homens e seres que são.

Por certas ocasiões, questionam-se da necessidade de passarem por momentos perturbadores, desintegrantes, que exigem um cuidado especial no caminhar.

A ansiedade e a intranquilidade se instalam no dia-a-dia, exigindo paciência e reflexão, não deixando por menos o testemunho em ação corretiva.

Esta situação exige fé, confiança e determinação para suportar a carga pesada a ser carregada, geralmente em caráter de resgate em prol da evolução.

Acreditar que a Lei, apesar de inflexível, é justa favorece a tranquilidade, nos leva a confiar na ajuda de amigos do “todo sempre” que não nos deixam fraquejar, desanimar, desesperançar, pois acreditam que temos condições de nos fazermos vencedores dos desafios de cada dia, para que alcancemos a libertação do velho homem que nos vem escravizando através das épocas, dos tempos, dos anos perdidos, por nos fazermos resistentes ao chamado do Pai de misericórdia e amor.

Os tempos atuais exigem um esforço maior, a fim de que disciplinemos nossos atos e atitudes, para realmente auxiliarmos na instalação da Nova Era no Planeta Terra e nos transformemos em uma humanidade fraterna, irmanados, libertos de preconceitos e solidários, despreocupados de raças, credos, que nos possam fazer os direitos de liberdade e livre arbítrio.

A ocasião assinala cuidado, e não devemos ignorar nossas responsabilidades diante do momento difícil por que passa a humanidade, em lutas constantes e desumanas, além da dor e da amargura de tantas vidas que sofrem a miséria, o abandono e a irresponsabilidade de seus governos que ignoram seus compromissos e responsabilidades.

Há que unirem-se em vibrações positivas para transformarem o caos social que ora atinge todos os povos indistintamente.

Cooperem, unam-se irmanados em sentimentos de solidariedade, fraternidade e compaixão, só assim um dia terão a paz e a harmonia tão sonhada por tantos que lutaram por esta conquista e que deixaram a bandeira da esperança para outras gerações, vocês que se fazem os caminhantes na direção da Nova Era, para ajudarem a construir um Novo Mundo, justo, fraterno, solidário, integrado na união universal.

 

                                                                           Messias

 

 

 

Recebida pela Nydia em 02.08.2009

Revisão: Clovis