Home > Navegue

PASSAGENS

Para você que está chegando neste grupo, agora, e se questionando sobre o motivo para tal, podemos levar-lhe alguns esclarecimentos que, talvez, o faça sentir-se mais integrado e a obter o máximo de benefícios de cada encontro do qual participar.

Toda a existência é plena de “passagens”.  Passam da condição de seres espirituais para a de ocupantes de um corpo físico; passam do útero materno para a realidade da vida no planeta Terra; vão da condição de seres totalmente dependentes dos cuidados maternos para a de pequenas criaturas que aos poucos vão adquirindo autonomia.  Passada a infância chegam à puberdade e a adolescência, logo em seguida são adultos jovens, depois adultos maduros, em seguida atingem a meia idade e por fim a 3ª, 4ª ou 5ª idade, prenunciadoras da passagem final, quando se reinicia novo ciclo na espiritualidade.

Ao longo de todo este período passam também, muitas vezes, da condição de solteiros para a de casados – com ou sem filhos – situação na qual podem permanecer toda vida ou se tornam divorciados ou viúvos. Sempre cumprindo rituais de “passagem”.

A finalidade mais abrangente destes encontros, para o qual você foi convidado, é compartilhar suas experiências em cada “passagem” e resgatando o que não ficou bem resolvido, relembrando o que foi positivo, diminuir a bagagem de sentimentos e emoções que possam interferir negativamente no momento da última passagem, quando deixam para trás mais do que a matéria física, seus afetos, suas realizações e seus sonhos não alcançados.

Todos, independente de faixa etária, condição de saúde física e/ou emocional, se beneficiarão da troca de vivências, para melhor aceitar que, num determinado momento terão que se despedir desta realidade matéria e voltar ao ponto de origem.

Consideramos que esta é uma oportunidade muito rica e propiciadora de paz e conforto, pois poderão se libertar do que os angustia, entristece, atormenta; de mágoas e raivas acumuladas e reconviver de modo ameno com seu essencial conteúdo interno.  Perdoando-se e se fazendo perdoar, aceitando seus enganos e compreendendo a dificuldade do outro em o aceitar, enfim fazendo as pazes consigo e com seus semelhantes.

Valiosa é a disponibilidade do plano espiritual em se fazer presente, os auxiliando e apoiando na delicada tarefa de drenar o que lhes pesa e desconforta, esclarecendo-os quanto ao que efetivamente precisa ser valorizado no caminho percorrido.

Sou um dos que se dispõe a lhe acolher qualquer que seja sua história, seu momento, sua situação. Estou tendo a preciosa oportunidade de retribuir de forma direta, o muito que recebi quando estive atrapalhado na hora da troca de planos, não entendia o que estava acontecendo e não queria deixar o que tinha conseguido em todas as áreas. Farei tudo para que o momento de cada um, quando chegar, seja sereno e envolto de muito carinho e amor.

Confiem, esta é uma excelente oportunidade de estar pronto na hora em que for feita a chamada de seu nome e – pode acreditar – estarei junto, levando-o pela mão.

Estou com vocês.

 

Thiago

 

 

Recebida pela Magali em 02.11.2009

Revisão: Clovis