Home > Navegue

ALEGRIA

Olá! Hoje viemos aportar-lhes ALEGRIA, pois somos portadores das energias das crianças, somos os encarregados de interagir com os pequenos que estão iniciando a jornada neste Planeta e especialmente dentro desta Casa de aprendizado e estamos tendo – agora – a feliz oportunidade de contatar com as crianças de cada um de vocês, adultos sisudos, de cenho franzido, expressão carregada, olhar tristonho e que há muito não dão atenção pras crianças internas, que representam na exterioridade o que lhes faz achar engraçada qualquer situação, que lhes ameniza as manifestações mais sérias, que os torna mais simpáticos e agradáveis ao convívio.

Para que ficar tão preocupado com problemas que muitas vezes se solucionam por si? Para que ficar antevendo dores que nunca chegam? Para que prestar atenção apenas aos aspectos mais sombrios, trabalhosos e sofridos que fazem parte de uma vivência na matéria?

Hoje, queremos chamá-los pra brincar, rir – melhor ainda se puderem gargalhar – aquele riso frouxo, sem preocupações se é adequado ou não ao ambiente e às companhias, assim como fazem as crianças com quem, aliás, poderiam reaprender a alegria das coisas mais simples, singelas e que estão – quase sempre – ao alcance das mãos.

Nas trocas afetivas abracem como uma criança, pendurem-se no pescoço do outro, afaguem seus cabelos, sorriam nos olhos, deixem-se mostrar em seu melhor e captem o melhor do outro.

Quando forem convidados pras festas de adultos, liberem seu lado infantil e divirtam-se à vontade, sem censuras descabidas, sem medo de repreensões já que, nesta altura só vocês mesmos podem se repreender, culpar, atormentar.

Ao ouvir um comentário maldoso a seu respeito faça também como criança, vire o rosto pro lado e infantilmente permita-se dizer: - “to de mal com ele”, claro que até daqui a pouco, quando o fato já tiver se tornado insignificante e tudo seguir em frente.

Não levem tudo tão a sério. Há momentos pra seriedade nós sabemos, mas há momentos – e muitos – pra descontração, prazer, alegria e é para estes que estamos a chamar sua atenção.

Não somos piegas, apenas sabemos que a alegria, o bom humor ajudam a enfrentar situações difíceis, delicadas, dolorosas e muitos estão esquecidos deste recurso.

Então vamos combinar: – olhem-se no espelho e sorriam pra imagem a sua frente. Vejam como se tornam mais bonitos, simpáticos, afáveis.

Temos conhecimento que a vida na matéria traz infinitos desafios e exige uma constante atenção, porém isto não os impede de encontrar momentos de descompromisso, de liberdade de sentir e expressar a satisfação de estar como, onde e com quem estão e agradecer, com certeza, ao Pai Maior por ter permitido que seu avanço espiritual ocorresse através de um corpo físico.

Enviamos pra vocês então um abração de urso, bem grandão, onde podem relaxar e sentindo-se protegidos e acarinhados, usufruir da ALEGRIA deste momento.

 

As crianças de sempre!!!

 

 

 

Recebida pela Magali em 14.04.2010

Revisão: Clovis