Home > Navegue

BUSCANDO A LIBERTAÇÃO

Estamos aqui, enterrados, debaixo e ao lado de vocês. Prenderam-nos neste solo e nestas paredes, com violência e crueldade.

Enquanto tínhamos forças, nos debatíamos tentando de todo modo chamar-lhes a atenção, porém, uma eternidade se passou até que alguém nos percebesse, não mais pelos gritos, gemidos e batidas incessantes, não, já não temos forças para isto, mas por nossa condição energética que se manteve inalterada, independente do passar do tempo e que foi, muitas vezes, suprida por outras similares que nesta Casa aportaram.

Não imaginaram que tal houvesse ocorrido, porém, podemos lhes garantir que assim foi e assim é.

Não é responsabilidade de vocês o que nos aconteceu, entretanto, na medida em que tomem conhecimento de nossa situação, lhes cabe tomar as necessárias medidas para nos libertar.

A experiência que nos levou a tal condição foi vivenciada num tempo em que usar seres humanos como cobaias era natural, pois éramos tratados como objetos, que deviam tão somente servir aos seus donos.

Tivemos um grande impacto ao ver entre os que circulam nesta Casa, alguns dos que então foram os realizadores dos experimentos desastrosos que culminaram com nossa destruição material.

É verdade, entretanto, que os mesmos não nos mandaram colocar onde nos colocaram, eles foram “apenas” usuários de nossos corpos para suas experiências... e, depois, ao não obterem os resultados que almejavam, nos entregavam aos responsáveis por nos fazer desaparecer.

Não imaginam nosso sofrimento quando escolhiam um de nós para a próxima experiência. Sabíamos que aquele não voltaria.

Quando realizaram o ritual de vocês, almejando liberar-se de densidades energéticas, ao baterem no solo nos deram os sinais específicos que aguardávamos.

Outras vezes, já ocorreram fatos semelhantes, porém as energias circundantes não eram fortes o suficiente para nos indicar que seríamos sentidos e atendidos em nosso anseio por libertação.

Para os incrédulos damos uma orientação: – deitem-se no solo e sintam nossa vibração ou toquem as paredes e do mesmo modo irão nos sentir.

Sabemos que nem todos possuem tal condição, mas os que a tiverem podem testar o que estamos lhes dizendo.

Houve momentos em que alguns intuíram nossa existência, mas não deram a devida importância agora, porém, está sendo diferente.

Temos que esclarecer, também, que foi um dos tantos Seres que se apresentaram para liberá-los de suas negatividades que nos facilitou o acesso que agora estamos tendo, pois de outra forma, não teríamos como nos comunicar.

Somos aqueles que buscam uma especial LIBERTAÇÃO!

 

 

Recebida pela Magali em 25/11/2011

Revisão: Clovis