Home > Navegue

NOSSO

Tanto mais observamos o sofrimento que aflige os que fazem da Casa de Aura Celeste seu porto de acolhida, onde fomos aceitos para dar nossa humilde colaboração, mais percebemos em uns e outros, a dificuldade em compartilhar seu sentir.

Insistimos em falar em suas dores de alma por entender serem as que mais exigem suas atenções e, por assim entendermos, é que voltamos a lhes dizer de nossa presença, nossa disponibilidade em apaziguar, acalentar, afagar quem está em sofrimento.

Entendam assim, que sua dor é nossa dor; sua angústia nós compartilhamos; a tristeza que o envolve nós atenuamos; o desespero que o desestabiliza, em algumas circunstâncias, nos faz conter seus ímpetos; em seu sentimento de solidão nós infiltramos energias de amor; quando a mágoa se apresenta clara em sua expressão nós a entendemos, pois sabemos de sua delicadeza; a ira que o faz ansiar por desforra, nós a prendemos no espaço da serenidade e assim, sucessivamente, todos os seus momentos mais delicados são por nós compartilhados e, certamente, disto vocês não possuem conhecimento.

Nosso propósito também é dizer-lhes que bom seria se conseguissem dividir suas dificuldades com os que são seus companheiros de caminho, que não os julgassem incapacitados para entender seu momento, pelo contrário, muitos há em seu redor que possuem condições de dar apoio e compreensão.

Nós estamos atentos a tudo e todos, pois é nossa tarefa, assim como a de cada um é específica, o que não significa não ser estendida aos seus parceiros de jornada.

Assim como nós estamos a nos manifestar quanto à nossa presença junto a todos nesta Casa de Amor e Aprendizado, vocês podem dizer de si aos demais, sem receio de julgamentos e críticas – ainda que saibamos que isto possa ocorrer –, mas não se manifestando não oportunizariam o crescimento nem o próprio nem o dos demais, pois é através de suas dores que dão a si o direito de buscar ajuda e ao outro a chance de ser parceiro, dentro de seu saber e limitações.

Não esqueça que todos estão na mesma escola, uns, em níveis mais adiantados, outros, ainda assimilando as primeiras lições, porém o conhecimento registrado no espírito faz com que sempre tenham algo a ensinar uns aos outros.

Por fim queremos lhes dizer da importância, também, de compartilhar os momentos de alegria e serenidade, pois muitos efetivamente vão vibrar junto e não invejar, como podem alguns pensar que aconteça.

Confiem que tudo que é seu em relação às dores maiores e menores, sempre é NOSSO, como nosso é o propósito de ajuda incondicional a todos que fazem a Nossa Casa ser NOSSA também.

Nosso recado é este.

 

Anabando

 

 

 

Recebida pela Magali em 17/06/2011

Revisão: Clovis