Home > Navegue

O LIVRO DE SUA VIDA

 

Imagine que sua vida é um livro, que pode ter muitas ou poucas páginas, grandes ou pequenos capítulos e que ficou pronto já com o número de páginas definido, pois seu tempo de permanência na materialidade física já vem determinado.

Tendo este livro em suas mãos abra-o com cuidado e veja quantas páginas foram preenchidas e quantos tópicos estão sublinhados, quais as que estão escritas com uma coloração diferente, indicando o quanto o momento vivido foi valioso.

Não, não se entristeça por reler o instante de desatino em que perdeu a paciência e queria desistir de tudo, ou quando parecia ter chegado ao fim de seus anseios e brigou com tudo e todos; não tenha remorsos pelo que fez em determinada circunstância, era o melhor que você podia fazer; não se recrimine por não ter sido profissional, pai, mãe, irmão, amante ou amigo perfeito, pois ninguém é e você não conhecia outro modo de agir; não sinta raiva de quem o magoou e em seu livro de vida está marcado com tintas fortes, como se fosse algo inesquecível, não é.

Tudo que você viveu até agora, não importa quantas já sejam as páginas escritas, nem o teor das mesmas, foi importante, significativo, diz de você, de seus sentimentos, atitudes, valores.

Não se menospreze ao ver que poderia ter feito diferente, podemos lhe garantir que não poderia, uma vez que não estava preparado para outro agir.

Sim, sorria ao ler o quanto foi agradável as descobertas feitas conforme o tempo foi passando, como se deslumbrou ao amar pela primeira vez; como se encantou ao descobrir que podia germinar um grão de feijão; quanto vibrou com suas primeiras conquistas profissionais; como cantou feliz ao descobrir o valor das amizades; como se sentiu vitorioso ao vencer uma determinada tendência que o atormentava.

Veja quantas coisas importantes, ainda que pequenas, conseguiu realizar; observe em que páginas aparece a presença da espiritualidade, manifestada através de qualquer religião.

Não, não deixe o livro de lado ao ler algo de que não se orgulhe, pois tudo faz parte da vivência humana.

Queremos lhe chamar a atenção para as páginas em branco, as que ainda precisam ser preenchidas/vividas, independente de quantas sejam, elas estão à sua espera.

Depois de analisar, com carinho, tudo que já grafou no livro simbólico, de sua existência na matéria humana, reflita em como quer ocupar as páginas restantes.

Estamos a lhe sugerir que, feita a análise, resuma os enganos e acertos e, centrado nestes, estabeleça o que quer vivenciar e, certamente, deixar como legado a cada um daqueles com quem conviveu.

O mais importante que queremos destacar é que qualquer que seja o resultado do que está em seu livro de vida, vale a pena seguir em frente contando com o apoio espiritual, que está constantemente a receber e assinalar um proceder guiado nas experiências satisfatórias, mas tendo como mestre os ensinamentos apreendidos através dos instantes de dor.

Faça valer a oportunidade que recebeu de estar na matéria física, não desperdiçando as oportunidades evolutivas que lhe chegam de modo a que, quando seu livro de vida for relembrado, pesquisado, seja uma obra digna de um filho do Pai Maior.

Recheie as páginas em branco de seu livro de vida com amor, alegria, trabalho e dedicação ao que lhe compete como tarefeiro não só da Casa de Aura Celeste, mas também da vida em todas suas manifestações.

 

Anabando

 

 

Recebida pela Magali em 16/6/2011

Revisão: Clovis