Home > Navegue

RECADO DOS COBRADORES

Bom está assim, sentes as minhas dores temores e angústias. Ficas perdido em pensamentos confusos, receando que a loucura esteja contigo e eu, apenas me divirto.

Quando em outros tempos me fizestes sofrer as piores dores e humilhações, tive que suportar tudo em silêncio, pois me tirastes o direito à fala, direito este que voltei a ter, desde que me tornei apenas um Ser espiritual assim como tenho, também, toda liberdade para me aproximar e te cobrar pelos erros cometidos, pelas atrocidades praticadas não só comigo como com muitos outros que em igual situação se encontravam.

Imaginastes que sairias impune, que não chegaria o dia do pagamento? 

O mais interessante é que, não és o único, existem muitos ao teu redor que vivenciam a mesma situação, que estão andando pela vida atual como se não devessem nada a nenhum Ser nas mesmas situações que as minhas.

Acreditam, ingenuamente, que por estar numa Casa como esta nada vai lhes acontecer e que basta dar um passezinho aqui, uma palavrinha ali e pronto, está feita a grande caridade e estão aptos a entrar no reino dos céus.

Seus tolos, arrogantes, pretensiosos. Vocês em muitos momentos nada mais são do que joguetes em nossas mãos, pois por maior que seja a proteção que recebem, sempre deixam espaço para que cheguemos junto e façamos com que sintam, no agora, um mínimo do que nos fizeram sentir no passado.

Podem acreditar, a felicidade, que tanto almejam, não lhes chegará através de uma pretensa caridade nem, tão pouco, por se considerarem bonzinhos, humildes, o que, verdadeiramente não são.

Continuam a agir no hoje, em vários momentos, como no passado – julgam, criticam e acusam ao outro sem o menor pudor – pensando que são detentores de liberdade desvinculada de suas história pregressas nas quais fizemos parte significativa.

Quando conseguimos, como agora o fiz com um dos tantos que me devem, uma cobrança direta através de dores e inquietações que confundiram seu pensar e sentir, nos sentimos gratificados e ao mesmo tempo lamentamos, pois afinal vemos o quanto são tão imperfeitos como sempre foram, o muito que continuam a executar de desatinos e o descuido que mantêm em relação aos compromissos assumidos previamente entre os quais, estavam os encaminhamentos que precisariam fazer a nós Seres, que ficamos na dependência de suas evoluções, para também seguir adiante.

Muito daquilo que vocês sentem, pensam e fazem é por nós sugerido, uma vez que os comprometimentos do passado nos dão o conhecimento necessário para abordá-los no momento adequado aos nossos propósitos.

Somos cobradores, apenas isto.

Querem se libertar de nós? Libertem-se, então, da repetição constante daquilo que permaneceu marcado em cada um, como das atitudes maldosas, das manipulações e dissimulações, ou seja, cresçam para que nós possamos crescer junto.

 

Os cobradores

 

 

 

 

Recebida pela Magali em 13/08/2011

Revisão: Clovis