Home > Navegue

CIRANDANDO NA VIDA

 

Quando os ventos da insegurança abalarem as estruturas de sua fé, persevere;

Quando as águas abundantes enfraquecerem sua vontade de estar na matéria, resista;

Quando temer o nascer de um novo dia e não sentir ânimo para enfrentá-lo, reaja;

Quando a tristeza se fizer presente, envolvendo-o como um manto de desalento, acolha-a para entendê-la;

Quando a revolta lhe der insanas energias, use seus melhores recursos para não expressá-la inadequadamente;

Quando a raiva tentá-lo ao enfrentamento, domine o impulso e busque sua estação de equilíbrio;

Quando a mágoa doer a ponto de se tornar um desconforto para a matéria, libere-a através das lágrimas;

Quando a incompreensão se manifesta gerando desencanto, silencie;

Quando os infortúnios forem tantos, que nada mais lhe pareça restar, olhe em volta e encontrará consolo;

Quando tudo que ansiar seja um pouco de proteção, você a encontrará naquele que se mantém espiritualmente fiel ao seu lado, basta deixá-lo lhe cuidar;

Quando a dor física o faça perder a noção de como e onde se encontra, mergulhe no manto da Misericórdia Divina e tudo se fará mais claro;

Quando sua visão se turvar frente a algo imensurável para sua sensibilidade, feche os olhos da matéria, mas não os da alma;

Quando se sentir traído pelas circunstâncias, veja nisto a possibilidade do aprendizado do perdão;

Quando se sentir só, acreditando que todos lhe abandonaram, veja se não foi você que se abandonou em si mesmo;

Quando a fome de alimento material e espiritual for sentida, busque-as onde sabe que se encontram, na generosidade do outro e na acolhida espiritual;

Quando sentir-se esvaziado de afeto, oco de sentimentos positivos para compartilhar, recolha-se aos tesouros de seu íntimo e verá o quanto ainda possui, para si e para o outro;

Quando em dúvida sobre qual o melhor caminho oriente-se pelo do amor e da luz Divina;

Quando não vislumbrar a resolução de algo que precisa ser esclarecido e tratado, busque nos registros do espírito o que for possível acessar e entenderá que era para esta busca que precisava se direcionar;

Quando confiar que, em tudo e para tudo, existe uma razão e que nada lhe é pedido que não tenha condições para dar, entenderá que tudo se faz conforme a necessidade evolutiva do momento;

Por fim, para qualquer das possibilidades de não alegria, não paz, não confiança, desrumo ou dor de qualquer origem, existe a bondade do Mestre que pode tudo atenuar fazendo suportável qualquer dissabor.

Nós, humildes tarefeiros na Casa de Aura Celeste, podemos lhe dizer que os ventos da positividade podem levar para longe suas angústias e as águas limpas e serenas podem lavar todos os impeditivos de sua paz, serenidade e alegria.

Nossa contribuição, neste momento, para você que sofre, é o aporte de energias vibrantes e salutares de musicado amor, resistente fé, colorida perseverança e branda alegria.

 

Anabando

 

 

Recebida pela Magali em 04/05/2012

Revisão: Clovis