Home > Navegue

MÃES DA NOSSA CASA

É com serena e vibrante satisfação que faço contato com as especiais mães/Negronas desta nossa Casa.

Gente, vocês não sabem o quanto vibro ao tomar conhecimento dos avanços de cada uma, das que conheci quando estava na matéria, e das que só o fiz na espiritualidade, pois para mim o bom é ver que todas estão se empenhando em serem mães adequadas ao momento da sociedade, não mais fixadas em regras rígidas e que desconsideram as individualidades de cada Ser que se tornou seu filho.

Sei que muitas precisam travar uma batalha consigo mesmas para serem mães que exercem tantas e diversificadas funções

Outras precisam enfrentar as dificuldades próprias da maternidade e para tal demonstram dúvidas, querem fórmulas, buscam esclarecimentos sobre o alimento mais saudável, a roupa mais apropriada, o brinquedo mais adequado.

Ficam a se questionar se o tempo dedicado ao filho é o necessário, se o modo como estão interagindo é o melhor, e se este ou aquele é o melhor momento para colocá-los em escolas.

Querem sempre fazer o melhor, dentro do estabelecido pela sociedade e não aceitam com tranquilidade se, por qualquer razão, seus filhos não acompanham as modernidades do momento.

Negronas, isto não é o principal, sei que muitas já sabem e bem assimilaram, entretanto, quero aproveitar a oportunidade para dizer que seus comportamentos estão de acordo com o ambiente onde se encontram e querer o melhor não está errado, apenas não podem colocar isto como o foco principal de seu agir.

É preciso que considerem o quanto de AMOR, CARINHO, LIMITES e RESPEITO estão colocando na interação com estes Seres tão especiais para cada uma, pois eles são seus filhos, mas não uma extensão de vocês.

Uma criança pode viver sem o calçado da moda, mas não sem o cuidado atento da mãe; pode não fazer as mesmas viagens das outras crianças, mas pode fazer lindas viagens aos parques e jardins brincando livremente, contando com a dedicada atenção da mãe cuidadosa.

Não há necessidade de muito ter para muito fazer feliz uma criança.

Vocês estão no caminho certo, estão se adaptando conforme as condições e histórias pessoais de cada uma, mas não esqueçam que o principal – sempre – será o quanto de genuíno for o amor que expressarem por seus filhos.

Esta é uma das tarefas mais delicadas e valiosas da existência, pois vocês oportunizam a outros Seres retornarem à materialidade para nela cumprirem seus compromissos.

Abraço a todas com carinho e saibam que estão fazendo, mesmo com naturais tropeços, uma boa caminhada.

 

Nydia

 

 

Recebida pela Magali em 02/05/2012

Revisão: Clovis