Home > Navegue

UM RECADO SINCERO

O que escutava, silenciava;

O que sabia, compartilhava;

O que tinha, dividia;

O que precisava, recebia;

A quem amei, cuidei.

Tudo assim foi, porque assim Deus permitiu, fui igual, mas diferente; fui uma em muitas.

Fui o que vocês chamam uma caixa de segredos e surpresas, pois fui fiel com quem me comprometi, porém tendo o dom de surpreender a quem supunha me saber sempre a mesma.

Estive na matéria algumas vezes e foi através destas experiências que desenvolvi meus dons, corrigi minhas falhas, aprendi a amar verdadeiramente.

Não deixei mágoas, tristezas, angústias me dominarem, acreditando, sempre, que tudo era do jeito que era e eu só precisava confiar, e eu confiei.

Vivi um tempo em meio às crianças, cuidei delas e fui por elas aceita e acarinhada.

Vivi um tempo, também, em meio aos adoecidos na mente, cuidei deles e fui além do que minhas funções exigiam, procurando entendê-los naquilo que muitos diziam ser insanidade.

Vivi uma vida com ampla liberdade, envolvi-me nos grupos menos aceitáveis pela sociedade daquele tempo, enganei, aprendi a trapacear, provoquei danos irreparáveis na vida de muitos.

Quando da última vez em que recebi uma embalagem física, precisei passar por sofrimentos que para alguns, seriam insuportáveis, mas que para mim eram bênçãos, pois já havia adquirido a lucidez do entendimento de que assim era preciso que fosse, para que eu me libertasse por fim das amarras das constantes reencarnações.

Voltei à Espiritualidade serenamente até por saber que não havia mais necessidade de repetir as mesmas experiências para atingir os objetivos que haviam me proposto e que eu aceitara.

Posso dizer a vocês que não sou um Ser pleno de luz e conhecimento, pelo contrário, sou uma humilde tarefeira que, apenas, soube aproveitar as oportunidades que lhe foram dadas, com responsabilidade e não opondo nenhuma resistência ao que se apresentava como desafio.

Continuo, aqui, trabalhando e confiando.

Faço este meu primeiro contato com vocês, para dizer aos que foram meus parceiros, em algumas oportunidades, e que na matéria ainda permanecem, que não deixem passar mais esta vivência sem tirar dela o melhor proveito, sem fazer-se comprometido com o que a Espiritualidade aguarda de cada um.

Quando voltarem para cá, sei que poderei estar entre os encarregados de recebê-los e poderemos, então, fazer-nos reconhecer.

Recebam vibrações de Luz e Serenidade e acreditem o empenho em cumprir suas tarefas é valioso.

 

                                      Alícia

 

 

Recebida pela Magali em 03/07/2012

Revisão: Clovis