Home > Navegue

HUMANIZAR – NOSSA CASA

Meus queridos irmãos e filhos da alma.

No astral de Nossa Casa está plantada a semente da humanização.

Essa força energética da convivência fraterna e cristã é alimento farto que estamos armazenando nos estoques do celeiro, em nossas obras de amor.

Hoje plantamos. Amanhã adubamos. Mais tarde teremos nutrição para as lutas de aprimoramento que nos esperam.

Abrir as portas para o HUMANIZAR é o mesmo que permitir a visita benfazeja de Jesus ante os desafios necessários do futuro.

Estamos cuidando da grande obra ao oferecer ao trabalhador um lenço amigo para secar suas lágrimas e um instante de carinho para animar suas lutas.

O pedido a mim endereçado por doutor Bezerra de Menezes e Anita Garibaldi se cumpre entre nós. E que seja o primeiro de muitos.

Hoje abrigamos os nossos servidores, amanhã quem sabe possamos expandir a colheita dos frutos a outros lugares que suplicam essa abertura de ideias, para romper com as prisões de preconceito e atraso.

Desonerem-se da obrigação de detalhes perfeccionistas com a iniciativa, porque na intimidade profunda da Nossa Casa, cada célula desse corpo bendito de trabalho e progresso, já se encontra injetada a medicação que há de trazer novas esperanças, maior imunidade ante os percalços e também mais proteção perante os ásperos testemunhos do caminho.

Estamos nos preparando visando um grande futuro...

Vocês queriam me ouvir sobre o assunto, eis que dou minha palavra amiga de que mais um passo promissor está levando a obra avante aos destinos estabelecidos pela equipe dos pampas astrais, repleto de riquezas ainda a serem exploradas.

Nossa Casa tem braços longos e haverá de abrigar os que vão chegar precisando dessa medicação hoje aqui experimentada. Além, tais braços gigantes haverão de alcançar outras plagas que o tempo vai descortinar.

Não será demais dizer que esse final de semana tornou-se um legítimo posto avançado de vacinação. Todos, inclusive nós, fora da matéria, tomamos a nossa dose de antídotos imunizadores para as pelejas necessárias do futuro. Pelejas que hão de ampliar nossa visão a respeito do que é trabalhar por um novo tempo e construir condições para a Era Nova do Espírito na casa terrena de Jesus Cristo.

Os laços preditos outrora estão se concretizando. Podem não ser o que vocês esperavam ou pensavam, mas são a medida precisa dos planos traçados deste outro lado da vida imortal.

Avancemos com coragem e despretensão, consciência e bondade aplicada, sobretudo, e antes de tudo, entre nós que assumimos a condição de obreiros dispostos e que precisam da medicação humanizadora.

Paz na Terra aos homens da boa e eterna vontade de servir.

Assim seja

 

Nydia

 

Recebida por Wanderley Oliveira em 20/04/2013

Revisão: Clovis