Home > Navegue

VIVENDO COM MAIS ALEGRIA

Hoje viemos lhes trazer um cesto de flores coloridas pela alegria.

Queremos despertar em cada um a vontade de ser feliz de buscar suas realizações onde quer que estejam, de entender que, mesmo os fatos não se mostrando à altura do esperado, é possível assimilar com serenidade os embargos impostos aos seus anseios, por suas próprias limitações.

Olhem-se ao espelho.  O que veem?

Um homem ou uma mulher, saudável – mesmo com seus males físicos e psíquicos – que está completo em sua manifestação corporal e que tem ao seu dispor as infinitas possibilidades de vivenciar os embates da existência humana com menos pessimismo, mais confiantes de que em tudo que encontram, sempre existe mais do que uma faceta e mesmo que seja reversível e feita do mesmo material – não será igual.

Queremos tocar-lhes a alma, fazê-los sair da sonolenta acomodação para um viver em que podem dirigir seus rumos, não dependendo de ninguém para dizer-lhes qual o melhor.

Vocês são Seres especiais, feitos à imagem e semelhança daquele que os criou e todos têm direito de buscar sua satisfação existencial.

Assim como precisam se fazer renovados, para que ocorra um considerável crescimento espiritual, e desta forma atingir a plenitude de suas experiências na matéria, também podem adotar esta mesma postura – renovadora – para usufruir das alegrias que muitas vezes se apresentam, mas por estarem muito lastimosos não as percebem.

Usem de suas condições imaginativas para criar mentalmente o que consideram os fará mais alegres, menos ensimesmados, mais visíveis aos olhos de seus semelhantes com quem podem trocar o que de melhor possuem.

Após levarem a bom termo o processo criativo mental, trabalhem para torná-lo viável e, podemos garantir, sempre receberão – como recebem – a importante proteção espiritual para aventurar-se em seu mundo interno onde está o que é mais saudável, onde mora a alegria, o bom humor, a sensibilidade, a coragem e a capacidade de amar ao outro como a si mesmo.

Nossa visita acontece nesta fase, por constatarmos o quanto de tristeza e lamentosos sofrimentos estão tornando-os mais empedernidos, menos suscetíveis ao que é agradável e benfazejo.

Assim, vamos então, de mãos dadas, entrelaçar nossas energias com as vivificadas vibrações de cada um e entoar uma cantiga de roda, para com tal sintonia, apanhar as flores contidas no cesto e que lhes chegaram repletas de amor, alegria e paz.

Permitam que a alegria os envolva.

 

Anabando

 

 

Recebida pela Magali em 18/07/2014

Revisão: Clovis