Home > Navegue

PREPARANDO A PASSAGEM

Quando alguém der seu último suspiro, liberando a energia vital que lhe possibilitava ocupar um envoltório físico, já estarão contando com nosso grupo junto, tanto ao que para nossa companhia retorna, quanto aos que, enlutados, permanecem na matéria.

Queremos esclarecer que não nos limitamos a acolher e encaminhar o Ser desencarnante, mas, também, envolvemos aqueles que a ele estavam ligados afetivamente em energias de serenidade e equilíbrio.

Nossa tarefa inicia-se desde o momento em que somos comunicados do próximo retorno de um Ser da matéria para a espiritualidade, quando já nos colocamos sintonicamente em energias apropriadas a cada situação, tanto do que retorna quanto dos que permanecem.

O momento crucial é sempre o do desligamento efetivo dos liames que uniam o espírito à matéria, entretanto, não é um fato isolado e que tem seu início e fim naquele exato instante, pelo contrário, é algo que se encaminha paulatinamente e, sempre, de acordo com as necessidades dos envolvidos.

Tudo que estamos a lhes comunicar é para ampliar seus conhecimentos sobre este processo tão fundamental para nós, quanto são, para vocês, os momentos de conclusões gestacionais coroadas com a chegada de um novo Ser à materialidade.

Precisamos que se mantenham atentos às suas pessoais condições antes se comprometerem com a tarefa de nos auxiliar nestas situações.

Alguns poderão, de acordo com suas sensibilidades, serem tocados por nossas energias de serenidade, paz e equilíbrio, mesmo antes de tomarem conhecimento concreto de que precisarão participar de um desligamento matéria/espírito.

Nosso proceder se faz necessário para que participem ativamente com suas energias nos auxiliando de modo tranquilo.

Quem tiver a sensibilidade de sentir o que referimos, será beneficiado, pois terá boas condições de se comportar a altura do que esperamos, fazendo-se colaborador significativo, pois não se deixará envolver por sentimentos e emoções que permearão no ambiente e, assim, cumprindo sua tarefa de modo produtivo e profundo.

Queremos a colaboração dos que realmente possuem condições para nos auxiliar, contanto que isto não lhes cause sofrimento.

Para que façam seu trabalho doando-se com fraternidade e amor, há que colocar afeto, respeito e sentimento tanto em suas posturas, quanto naquilo que forem expressar oralmente.

Por fim, não se inquietem quando forem envolvidos por energias tranquilizadoras que não conseguem identificar a origem, talvez, quem sabe, sejamos nós a prepará-los para um momento de doação.

Qualquer que seja a circunstância, estarão protegidos e amparados os que se dispuserem a nos auxiliar em um momento tão significativo tanto para vocês quanto para nós.

 Unindo nossas energias estaremos cumprindo o que nos cabe, de modo ameno e de acordo com o que nos propusemos a executar.

 

Angelino

 

 

Recebida pela Magali em 30/04/2012

Revisão: Clovis