Home > Navegue

DISTÂNCIA

Qual a distância entre sua paz e alegria e os movimentos que faz para chegar a ela?

Estamos ao seu lado, vendo o desânimo instalado, a ausência de vibração frente ao que assumiu como compromisso executar em sua vivência material, o desencanto pelo afeto não correspondido, a tristeza por não ter condições de proporcionar aos que dependem de você um pouco mais de conforto, a vontade de não mais fazer qualquer coisa que não seja deixar que a vida siga seu curso, sem sua interferência, ou seja, desistir de si, do outro, deste tipo de vida que parece tanto lhe custar ser vivida e na qual não encontra seus mínimos anseios satisfeitos.

Você quer paz, alegria, tranquilidade para dar asas à sua imaginação, voar pelos espaços dos sonhos, sem compromisso, sem deveres de qualquer ordem, livre, totalmente livre, entretanto, os compromissos o despertam a cada novo dia, os outros lhe cobram atenção, os afazeres se multiplicam cada vez mais e sua tão ansiada serenidade vai ficando mais e mais distante.

Estamos ao seu lado para lhe dizer que não desista, não se entregue ao desânimo, à tristeza, ao desencanto, pois a vida apresenta sempre, infinitas possibilidades de um novo agir, sentir, pensar.

É saudável deixar que a vida siga seu curso, se isto significar fazer sua parte e entregar o comando às mãos do Mestre; é pouco produtivo se representar um abandono de comando sobre seus sentimentos e atitudes, uma negação de fé no Pai Maior que, como pode você ver agora, através de nossa presença ao seu lado, não deixa nenhum de seus filhos desprotegidos.

A cada oportunidade em que o Pai vê algum filho abandonando-se às revoltas águas da vida material, desligado da conexão com Ele, prontamente encaminha um apoio, uma orientação e neste gesto caridoso está a demonstrar seu infinito e incondicional amor por àqueles que foram feitos à sua imagem e semelhança.

Então se ligue a Ele através do que está sendo colocado ao seu alcance, acolha estas palavras como um afago, um carinho, uma dose extra de energias positivas a lhe abrandar os desconfortos da matéria, a lhe intuir novas ideias, a lhe indicar que existe a todo o momento uma nova chance de iniciar, recomeçar, afastar e/ou aproximar o que ou quem for preciso para que você atinja, se não a realização que idealizou, a retribuição afetiva que ansiava, pelo menos a paz da segurança Divina e a alegria de saber que existe alguém que está ao seu lado e se apresenta sempre que for preciso, para impedir que o abandono de si mesmo o leve à solidão de alma e com isto prejudique sua caminhada de crescimento espiritual.

Você pode continuar executando suas tarefas e manter viva sua capacidade de sonhar, idealizar o que pode lhe fazer mais feliz e direcionar-se para esta realização, entenda, porém, que a liberdade total, absoluta, não existe para os que estão na materialidade física, pois o agir de um atinge os outros, pois todos estão ligados pela filiação Divina.

Não há distância entre seus anseios e o que pode realizar, quando esses fazem parte de seu propósito prévio de experiência na matéria física.

Sinta-se afagado, protegido e acolhido sob o manto misericordioso do Mestre.

Estamos ao seu lado.

 

Anabando

 

 

Recebida pela Magali em 22/05/2011

Revisão: Clovis