Home > Navegue

A MÚSICA DA HARMONIA

Sintam as vibrações de paz e serenidade que lhes aportamos as quais vão se espalhando, pelos espaços desta Casa, e afastando a não positividade, as dúvidas, incertezas e receios quanto ao amanhã.

Não temos condições de tudo sanar, mas podemos aliviá-los dos tormentos aflitivos tanto espirituais quanto emocionais.

Nossa tarefa junto aos frequentadores desta Casa de Amor e Aprendizado é alcançar-lhes fachos de esperança fazendo rebrilhar a fé, estimular a persistência e despertá-los para que façam bom uso desta encarnação, que ora vivenciam, a fim de se tornarem Seres melhores, mais aptos a reais doações de afeto e generosidade.

Procuramos usar de simbologias de similitude colorida, como possuem as flores e do perfume que elas exalam.

Agrada-nos brindá-los com a imagem de rios sulcando leitos pedregosos e por eles avançando livremente e de planícies onde o horizonte não tem fim; de jardins plenos de plantas e pássaros; de árvores de troncos firmes e galhos fortes, repletos de frutos.

Gostamos de trabalhar com os melhores sentimentos e animá-los para que exponham os seus como – amor, afeto, generosidade, ternura, solidariedade e capacidade de perdoar.

Imbuídos, então de uma grande vontade de despertá-los para o bom e o belo é que, nesta oportunidade, trouxemos nossas mais saudáveis energias através de uma brisa de tranquilidade que, mesmo sendo forte e veloz, não é violenta tendo a capacidade de jogar para longe os resquícios de densidade que, nesta Casa, ainda circulam.

Aceitem nossa ajuda, deixem que suas almas sejam inundadas pelas nuances do bem e do amor a si e ao próximo.

Cada grupo de colaboradores, desta Casa, se apresenta de um modo e tem uma tarefa específica, a nossa é esta – vinculada à alegria, à música, ao amor e à dança.

Vamos dançar a música da harmonia?

Deixem-se inebriar pela melodia suave que já soa em seus ouvidos, entreguem-se a ela, embalem-se como se nos braços da paz estivessem.

Sorriam de olhos fechados, confiantes que não errarão os passos, porque são por nós protegidos; rodopiem livres das amarras do tédio, da solidão, da incompreensão e da mágoa.

Quando se sentirem libertos e felizes, pelo momento vivido, deixem-se ficar ao solo, permitindo que a serenidade predomine e todo seu Ser esteja integrado no dueto amor/alegria.

É isto que vocês merecem!

Agora, podemos ir, deixando com vocês o que se fazia necessário.

Amor e Alegria agora e sempre.


Anabando

Recebida pela Magali no Grupo Sintonia em 10/09/2015
Revisão: Clovis