Home > Navegue

PEQUENA HISTÓRIA DO GRUPO LIBERTAÇÃO “A NOSSA CASA”

 

Aconteceu há muito tempo, alguns homens e mulheres andavam em busca de suas verdades. Um dia encontraram-se, identificaram-se nas suas buscas, nos seus anseios de saberem bem mais de sua razão de vida. Trocaram ideias, propuseram-se a caminhar juntos, buscando nova direção para suas vidas. Identificados, uniram-se, fizeram-se amigos.

Uma curiosidade os dominava: Quem eram?... Por que existiam?...Para onde iam?... Questionavam-se nos encontros que realizavam, nos ambientes que os recebiam.

Sentiam que necessitavam ter um Lar Espiritual, um local para seus encontros e realizações, onde pudessem receber carentes de distintos aspectos: doentes físicos, psíquicos e espirituais, pessoas comprometidas com o álcool, a droga, o jogo e demais dependências a que os homens se submetem.

Em sete de Setembro de 1971 fundaram o "Grupo Libertação", com a finalidade de buscar sua evolução; resgatar velhos compromissos espirituais; auxiliar aos carenciados do caminho; a aprender as leis de vida e por elas se deixar conduzir, em prol de aperfeiçoarem-se como homem.

Instalaram seu lar espiritual. Primeiramente alugaram uma casa, na Av. Teresópolis. Depois, compraram uma casa à Rua Luiza Rocco. Mais tarde, ganharam de amigos, uma Sede Social. Posteriormente demoliram a velha casa e construíram um prédio, onde instalaram o seu Lar espiritual e as moradias para os auxiliares do Libertação. As residências e os demais prédios compõe o complexo da Nossa Casa.

São passados muitos anos da fundação do "Grupo Libertação", e continuamos a buscar crescimento e aperfeiçoamento para nosso ato de vida. Muito aprendemos e pretendemos aprender mais, para realizarmos uma vida melhor, em prol de nós e de todos aqueles que confiam nos ensinamentos que passamos, ao exemplificar a doutrina de amor de Kardec.

Somos um número expressivo de homens e mulheres que pretendem ser felizes; capazes de serem fraternos, nesta sociedade carente que aí está; fazendo-se disponíveis na busca de soluções para a dependência da droga, do alcoolismo, da prostituição sofrida e dolorosa que não conta com o apoio da própria sociedade e nem com as instituições governamentais; alcançando aos parias o alimento e a veste que os protege das intempéries do tempo; dando aos menos favorecidos o material para que frequentem a escola adequadamente; fornecendo o remédio ao doente sem disponibilidade financeira. Enfim, estamos na Nossa Casa aprendendo a ser gente.

Temos consciência do quanto somos responsáveis em ajudar, na transformação da sociedade atual, para que o novo milênio nos encontre a serviço do Cristo, em Fraternidade e Amor.
Na vivência espiritual nos especializamos no trato da obsessão, em seus distintos graus de intensidade. Temos presentemente em torno de cento e cinquenta grupos de trabalhos e quase todos buscam o alívio daquele que se obseda ou é obsedado; muitos grupos auxiliam na nossa renovação como homens e seres que somos; fazemos algum atendimento de cura física de fundo espiritual e nos socorremos da psicologia para melhor realizarmos nosso ato de conhecermo-nos, no desejo sincero de um dia, nos conhecermos realmente segundo nossa essência divina. Constituímos presentemente um laboratório, um aprendizado constante, um aprimoramento de técnicas que auxiliam na melhora, senão, na cura do paciente e empregamos nosso esforço em proveito próprio buscando nosso crescer, evoluir e resgatando nossos débitos de passados esquecidos.

Somos caminhantes de distantes eras que nos fizemos conscientes de nossos erros, enganos e desatinos e decidimos pela nossa reforma; pela conquista do perdão daqueles a quem prejudicamos; repudiando, hoje, todos os gestos, ações, sentimentos infamantes que nos caracterizaram em vidas pregressas.

Agora conhecemos a tranquilidade, após termos aprendido a nos desculparmos; a crer na nossa possibilidade de renascer na nossa fé, na nossa crença; convictos que outros poderão, também, trilhar a estrada que viemos percorrendo, desde quando sentimos Deus em nós.
Nos propomos a repartir com os que nos buscam: o amor que temos para dar; mostrar caminhos fáceis para serem felizes; despertar o amor por si, pela vida, pela natureza e pelo homem, nosso irmão de caminho.

O novo milênio irá nos encontrar abertos ao amor, à compaixão, à fraternidade e aos valores humanos que constroem a felicidade, graças a paz interna adquirida, na doutrina de Kardec, em nome do Pai.

Na Nossa Casa, em Porto Alegre, RS, na Rua Luiza Rocco, nos números 61, estamos à disposição dos que precisem contatar com um trabalho, com uma vivência de fé e esperança.

********************